existe sempre alguém ...passo e fico como o universo...
08
Out 07
publicado por alemvirtual, às 17:45link do post | comentar

Esta semana, treinei 3 dias.
Tenho saudades...


Tudo na vida que morre volta a nascer. Até mesmo o sol que nos ilumina dia após dia, quando tiver gasto o seu "combustível", irá tornar-se numa nebulosa planetária (que é um berçário de estrelas)...
Eu acredito, que já possa vir a ter sido a cleopatra , ou até mesmo ter pertencido a um outro povo. Mais acredito ainda, que quando o meu "combustível" acabar, possa vir a ser uma flor ou até uma japonesa.
Tudo na vida nasce, nada morre. É por isso mesmo, que acredito que a Margarete hoje seja o anjo-da-guarda de alguém e que daqui a anos, possa vir a dar vida a uma flor, a uma gota de água ou a uma linda menina, com a mesma alma.
Espero que a Paula esteja bem. O nome aqui do nosso anjinho estará guardado nos nossos corações e nas nossas almas, recordando-o sempre com carinho!
Um beijinho.
anónimo misterioso a 30 de Outubro de 2007 às 19:08

Não sei quem é "anónimo misterioso". Pensei numa senhora, bem especial, por acaso. Tão especial quanto era a minha filhota. Só assim se justifica os vossos caminhos se terem cruzado (acertei na pessoa?)

Acredito (ou antes, quero continuar a acreditar) que ela nasceu de novo para uma nova vida, bem melhor e mais feliz que esta. Que é feliz. Sem dúvida que é o anjinho de alguém ou de muitos. É o meu.

Agora, estou a entrar numa fase de revolta porque não percebo a razão para partir tão cedo. E revolta para comigo mesma por não ter estado à sua altura em todos os segundos preciosos da sua vida.
alemvirtual a 31 de Outubro de 2007 às 08:07

Fico feliz por saber que a Paula tem resistido a tudo o que tem passado. Acho que não, não acertou em quem eu sou! Sou alguém que a Paula não conhece... mas isso ficar-lhe-á para a sua imaginação.
Tenho tido pouco tempo para vir para a internet e para dar uma passagem aqui pelo blog da maior mãe corajosa. Também estive a ver as fotografias suas (em corrida) que colocou no blog e fiquei mais aliviada... vejo que compreende a vida e que cada vez mais preenche o seu vazio.
Tenho me lembrado muito da Margarete quando oiço uma música na rádio, ou na televisão.
A Margarete é uma pessoa muito especial e será sempre alguém muito especial... (e muito bonita por sinal).
Era um anjinho...
Neste Natal, a Margarete será a estrelinha mais brilhante do céu cerrado e infinito...
Muitos beijinhos Paula, e quando tiver outra opurtunidade voltarei a cá escrever mais umas frases sobre a nossa luz!
ps: se conseguir porque estas novas tecnologias dão cabo de mim!
Anónimo Misterioso a 17 de Novembro de 2007 às 17:29

mais sobre mim
Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
13

14
15
16
17
18
20

21
23
25
26
27

28
30
31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO