existe sempre alguém ...passo e fico como o universo...
17
Nov 07
publicado por alemvirtual, às 20:54link do post | comentar

img106/9330/nve00028dl1.png

 

Estavas em Constância. Atrás de ti, o Tejo e um pouco abaixo, à esquerda, o Zêzere. Estavas mesmo na confluência, no encontro e no abraço dos dois rios.

Foi em Maio, dia 6. Dia da Mãe.

 

Agora, repousas bem no alto, num jardim sobranceiro ao rio e a alta torre da Igreja parece assinalar, desde longe a quem passa, a tua presença ali. És a flor mais bela que passou por Constância. A Vila-Poema ficou contigo, poema vivo que habitou entre nós. Era o único lugar ao qual confiar a tua doçura. Constância vela o teu sono.

No Zêzere reclinas a cabeça e o Tejo acaricia-te os pés. Os rios sussurram baixinho canções de embalar. Há paz. Nada perturba o sono eterno da menina (o nosso poeta diria donzela), da estrelinha azul.  

De vez em quando, uma lágrima furtiva, silenciosa denuncia a imensa dor que nos ficou...

 

"roga a Deus que teus anos encurtou

que tão cedo de cá me leve a ver-te

quão cedo dos meus olhos te levou"

 

 (do nosso bem-amado poeta Luís de Camões)

 

Hoje fui correr no Parque da Paz. Nunca mais lá tinha voltado. Tu sabes...

As recordações inavdiam-me e invadem-me ali ou noutro lugar. Memórias soltas, avulsas, na ânsia de tudo fazer presente. De tornar presente o passado que não volta. Pensamentos e frases incoerentes verbalizam palidamente a riqueza que me legaste. A luta pela vida. Eu luto e corro. Gestos mecânicos, automatizados porque já nada é feito naturalmente.

Falo de ti. Adoro falar de ti. Até a quem não te conheceu.

Preparo-me para a aventura a que tu adorarias assistir. Correrei com a esperança que tu me vejas e acompanhes.

No dia 2, três meses e um dia depois de te ter deixado em Constância, irei correr por ti. Eu e quem mais quiser fazê-lo.

Um dia, talvez tenhas uma Corrida com o teu nome...multidões correrão, apoiando simbolicamente, a luta pela dignidade da vida, contra o cancro e contra a dor. Será uma "luta" pelo acesso aos cuidados paliativos. Um dia, chamaremos a atenção para isso.


Era linda a tua filhota. Serão lindos todos os filhotes que Deus leva antes de tempo, mas são lindas as tuas palavras e serás linda tu sempre que recordas a tua filha e isto quer dizer que serás sempre. Mas não esqueças que ela pedia-te para correres!
Acredito que continuará a pedir-te que corras, não para ganhar medalhas, não para chorares, mas apenas para correres pela vida. Pela tua vida e pela vida de todos que te sobraram. Continua a ouvir música, a correr, a ver algumas belezas que sempre sobram para quem as merece e tu merece-las de certeza.
Tu podes correr com o Tejo nos olhos, com o Zêzere nos olhos. Podes correr entre esses dois rios ou entre outros quaisquer. Eles serão sempre fontes de vida e a tua filhota recordá-los-à como tal, para sempre. Não esqueças que ela te observará sempre e que espera que , mesmo com dor, e ela espera também que não, deverás continuar a tua caminhada. Bjs.
Ventor a 20 de Novembro de 2007 às 14:37


Mal abri o link do blog, observei o rosto bonito e alegre da linda Margarete... depois fui ler a resposta da Paula. Embora não aiba quem eu sou, fiquei feliz por ter demonstrado carinho e afeto!
Escrevo realidades e sonho aventuras, mas mesmo assim, acredito na vida e na morte... na imortalidade!
Ainda me recordo de quando a Margarete sorria para mim e (tal como a Paula) demonstrava carinho no olhar.

Rica menina, bonita "por dentro e por fora" será sempre a nossa menina e o nosso coração. Será ela que nos aquecerá do frio e que nos guie no caminho certo.
Gostava bastante de um dia a reconhecer (noutra vida) e de lhe dizer o quando gostava dela... acho que não tive opurtunidade de o dizer, e até agora, penso nisso com o maior do sofrimento.
Só peço que um dia me perdoe...

Mimosa
Alegre
Risonha
Graciosa
Afecuosa
Real
Emocionante
Tudo
Esbelta

Era tudo isto e mais alguma coisa... adoro-a para sempre!

E quanto a nós... um dia nos encontraremos... está bem?
Beijo
Anónimo Misteriosa

Anónimo Misterioso a 24 de Novembro de 2007 às 16:50

mais sobre mim
Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO