existe sempre alguém ...passo e fico como o universo...
08
Mar 08
publicado por alemvirtual, às 22:36link do post | comentar

 

img213/7056/coisasdemulher116iv9.jpg

 

 

 

 

 

 

Um reconhecido obrigada ao Clube do Sargento da Armada por, uma vez mais, nos oferecer a oportunidade de mostrar as nossas Coisas de Mulher.

O Clube do Sargento da Armada é uma entidade por quem temos o maior carinho e admiração. Intervindo e promovendo acções que vão desde a sensibilização para a prática desportiva, ao incremento das relações sociais e humanas e à divulgação da cultura, ainda encontra tempo e espaço para estas pequenas feiras de mulheres.

 

Bem haja Clube do Sargento da Armada pelo convite e bem hajam os presentes por estarem connosco, neste dia.

 

Este não é um dia vulgar. Comemora-se o Dia Internacional da Mulher, apenas um dia em cada ano, a condição feminina assume destaque, mas isso não faz dos outros dias do ano, dias vulgares para as mulheres. As mulheres não têm dias vulgares. Cada um, é uma odisseia, uma aventura e uma batalha. Na família, na sociedade, no meio profissional, entre pares, a mulher marca-o indelevelmente com presença e com carinho. Na labuta diária ela multiplica o tempo e desdobra-se numa infinidade de papéis: mãe, esposa, amiga, mulher...

Destaca-se nas artes, na literatura, no desporto, na política, na ciência e na tecnologia. Nomes femininos serão eternamente reconhecidos e associados a todos os campos do ser e do saber. Mas há muitos outros nomes e rostos anónimos que também fazem história, mas uma história diferente, as histórias da vida de cada um. Houve sempre uma mulher...

A mulher sorri mas também chora. Por vezes, desiste de si mas nunca dos outros. Oferece força quando os outros fraquejam; Coragem quando o desânimo invade. Decide quando a vacilação espreita.

A mulher resiste mesmo nos tempos mais duros. É  a paz em tempo de guerra. O alento na hora de dor.

 

Se me for permitido um tributo ao eterno feminino, a duas grandes mulheres, imensas na dignidade, enormes na abnegação, heroínas no sofrimentos, duas mulheres nunca derrotadas, jamais derrotistas, duas mulheres que enfrentaram com a bravura própria das guerreiras e brilho no olhar, próprio da beleza intemporal, batalhas de vida e de morte. São duas mulheres que marcaram e marcarão a minha vida e nelas simbolicamente presto homenagem às MULHERES do mundo inteiro: a minha mãe e a minha filha

 

O Dia Internacional da Mulher, é o dia de todas as mulheres, sobretudo daquelas que precisam que precisam que alguém lhes dê vez e voz.

É no silêncio das mulheres amordaçadas que nos temos que indignar. Na violência das mulheres agredidas que nos devemos afrontar. Na humilhação das mulheres menosprezadas que nos devemos revoltar. Só faz sentido comemorar o Dia Internacional da Mulher se fizermos presente, aqui, a existência de todas as outras que nos quatro cantos do mundo, são sujeitas à dor, à tortura, à mutilação, à opressão, à ignorância e a todas as formas de escravização. Sobretudo por estas, se não apenas por estas, se assinala o Dia Internacional da Mulher.

 

Mas há outras. Há muitas, muitas outras...em situações sociais e contextos familiares, sofredores e opressivos, porém estas existem sem destaque televisivo. Sem reportagens jornalísticas. Há outras no nosso pequeno mundo. Na nossa cidade. Na casa ao lado. Talvez aqui e agora. Mulheres. Eternamente mulheres.

 

E porque somos mulheres, gostamos de criar e recriar. Ocupar o tempo livre (se é que temos tempo livre) com pinceladas aqui e ali. Recortes e colagens. Desta forma, surgem as coisas de mulher.

São estas coisas de mulher o pretexto para hoje, aqui, nos encontrarmos.

 

Em meu nome e no da Olívia, muito obrigada.

 

 

 

PARA VER E COMPRAR

 

(Algumas imagens)

 

 

 

img292/7554/coisasdemulher107ae7.jpg

img510/8154/coisasdemulher096cc6.jpg

 

img211/3594/coisasdemulher097tr8.jpg


é pá
é pá
é pá
ando distraído demais (chama-se stresse, nestes tempos modernos, tenho que mudar de estratégia ;-) e perdi o anúncio e a magnífica exposição. até porque conheço outras peças da obra - elogiadas há menos de 3 meses por amigos e família - e são maravilhosamente belas, concebidas por 4 mãos puras e bonitas.
um beijo muito, muito grande para ti e para a olívia. até breve e espero ainda ir a tmepo do stock na próxima.
:-)
ab
antonio bento a 10 de Março de 2008 às 21:56

Ola

Á uns tempos atras falei contigo sobre um blog. falar de ajuda ao proximo, falar sobre partilha de bens morais, como falar de coisas que estao mal. Preciso e quero a tua ajuda. tens ai o blog http://saberajudar.blogspot.com/, o meu mail... carlos.alopes@mail.pt, espero uma resposta. bjs
Carlos Lopes a 11 de Março de 2008 às 00:32

mais sobre mim
Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
14
15

16
19
20
21
22

23
24
25
26
27
29

30
31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO