existe sempre alguém ...passo e fico como o universo...
13
Mar 08
publicado por alemvirtual, às 23:46link do post | comentar

" Minha laranja amarga e doce
meu poema
feito de gomos de saudade
minha pena
pesada e leve
secreta e pura
minha passagem para o breve breve
instante da loucura" 

 

 (Cavalo à solta- Ary dos Santos)

 

Ouço muitas vezes esta canção. Um poema belíssimo que espelha aquilo que, muitas vezes, é a vida e as pessoas da nossa vida. Amargas e doces.

 

 

 

 

 

Muitas vezes, nada mais resta que o travo amargo da saudade. Saudade do que perdemos. Saudade de quem perdemos. E, também,  saudade daquilo que nunca tivemos, apenas julgávamos ter.

 

 

É amarga a ilusão dos sonhos caídos por terra, escorrendo entre os dedos como a areia seca da praia. Cerra-se o punho. Protegem-se os grãos. Ainda assim, eles caem, um a um. Nada mais fica. Nem um. Apenas uma mão vazia.

Há quem tenha as mãos vazias.

Há quem não saiba sequer abrir as mãos.

E houve quem quisesse repartir a abundância dos grãos.

 

 

 

foto retirada de http://abbapai.files.wordpress.com/2007/08/nas-maos-do-senhor-copia.jpg

 

13 de Março de 2007. 13 de Março de 2008. Decorreu um ano, uma vida, uma eternidade.

 

Eu lembro-me. Recordo-me de tudo. Momento a momento. Por isso, recordar é ainda mais amargo. Mas tu és, cada vez mais, uma recordação doce.


 


mais sobre mim
Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
14
15

16
19
20
21
22

23
24
25
26
27
29

30
31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO