existe sempre alguém ...passo e fico como o universo...
04
Mar 09
publicado por alemvirtual, às 12:07link do post | comentar


As coisas vulgares que há na vida
Não deixam saudades
Só as lembranças que doem
Ou fazem sorrir

Há gente que fica na história
da história da gente
e outras de quem nem o nome
lembramos ouvir

São emoções que dão vida
à saudade que trago
Aquelas que tive contigo
e acabei por perder

Há dias que marcam a alma
e a vida da gente
e aquele em que tu me deixaste
não posso esquecer

A chuva molhava-me o rosto
Gelado e cansado
As ruas que a cidade tinha
Já eu percorrera
.........

(Fado Chuva - Mariza)

 

49 minutos de corrida à chuva e ao vento,  bebendo o encanto da paisagem.

 

Capuchos... Lembranças de frades, mosteiros e conventos...de noites alumiadas por velas e de vozes angelicais em cantos gregorianos...claustros templários...cheiros de antigamente...

E os cheiros de agora, deste mar que vislumbro lá em baixo. Que se confunde com o cinzento do céu. Que se revela na linha branca da espuma... Capuchos, Convento, sopé, colina, promontório...Pedaços únicos de recortes na costa Atlântica...

 

Eu corro. O vento sopra. A chuva suave beija-me o rosto. Não canto, mas encanto-me com a magia destes momentos. Sou quase feliz. Talvez seja mesmo feliz. Liberto-me na corrida e na manhã agreste. Liberto, então,  a voz que canta:

 

A chuva molhava-me o rosto
Gelado e cansado
As ruas que a cidade tinha
Já eu percorrera....

 

Domingo, não correrei acima do mar como agora...

Chuva_2.jpg picture by rainbow1986

 


Lindo, Ana Paula.
E gosotei da sua determinação neste treino. Já eu, não me apetece sair de casa, para enfrentar a chuva e o frio lá fora. E sei que tenho de correr umas boas horas para estar apto para 26 de Abril, data de novo desafio de maratona.
Beijinho.
FA
Fernando Andrade a 4 de Março de 2009 às 19:24

Olá Paula, Sempre palavras belas.
Um abraço
CPC
lelapin2000 a 4 de Março de 2009 às 19:29

Todas as pessoas
que passam pelas nossas vidas
deixam as suas marcas
num ir e vir infinito...

As que permanecem ...
é porque simplesmente
doaram seus corações para entrar
em sintonia com a nossas almas.

As que se vão ...
nos deixam um grande aprendizado....
Não importa que tipo de atitude tiveram,
mas com elas aprendemos muito...

Com as vaidosas e orgulhosas aprendemos
que devemos ser humildes....
Com as carinhosas e atenciosas aprendemos
a ter gratidão....
Com as duras de coração aprendemos
a dar o perdão....

Com as pessoas que passam
pelas nossas vidas
aprendemos também a
Amar
e de várias formas....
com amizade, com dedicação, com carinho,
com atenção, com atração,
com paixão ou com desejo ...

Mas nunca ninguém nos ensinou
e nunca aprenderemos
como reagir diante da "SAUDADE"
que algumas pessoas deixam em nós...

lelapin2000 a 4 de Março de 2009 às 23:49

mais sobre mim
Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
17
18
19

22
23
24
26
27
28

29
30
31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO