existe sempre alguém ...passo e fico como o universo...
31
Mai 10
publicado por alemvirtual, às 20:58link do post | comentar

Despedi-me do meu mês, do mês de Maio deleitando-me com as suas vozes. Vozes de timbre floral, de malva-rosa e incenso verde.

  

Sábado, noite estrelada, iluminada por uma lua ainda cheia como ventre dilatado de mulher grávida.

Convento de Cristo em Tomar, ecos divinais de cantos gregorianos, em vozes ocultas nos quatro cantos dos claustros. Adoro canto gregoriano. A última vez tinha sido na Charola do Convento. Sem ver, apenas a ouvir. Depois, um a um iam surgindo vultos difusos na penumbra. Apareciam para logo se ocultarem... o canto esse era divinal, ou não estivéssemos em local sagrado.

 

Domingo à tarde, calor intenso e uma leve brisa vinda da beira-rio. Frente ao anfiteatro do Tejo em Tancos, existe uma pequena igreja adaptada a Centro Cultura com um auditório. A acústica fabulosa valorizou ainda mais as vozes que aí se fizeram ouvir...


Centro Cultural
Municipal de Tancos

O Centro Cultural, está instalado na antiga Igreja da Misericórdia, de estilo renascentista e construída em 1585,

À sua frente, tem um bonito jardim, que corre ao longo do rio Tejo, com rampa de acesso a barcos, sobretudo para viagens turísticas para o Arripiado e para o Castelo de Almourol e, do lado de lá, vê-se o Arripiado e as suas duas rampas de acesso fluvial.

 

http://joaogil.planetaclix.pt/tan1.htm

 

Na XVIII Edição do Encontro de Coros, promovido pelo Grupo Coral de Tancos, a opção de estar nesta vila florida foi a melhor despedida de Maio.

 

Pela manhã, um treino tão breve quanto ligeiro e uma passagem igualmente rápida pelo ginásio ao ar livre no Entroncamento. Uma manhã perfeita, antevendo uma tarde ainda mais branda e traquila.

 

Foi a primeira vez que estive naquele local. Integrado na zona que se pretende como Complexo Desportivo do Parque do Bonito, onde se construíram e estão em fase de acabamento vários equipamentos desportivos, o ginásio ao ar livre é uma mais-valia, sem dúvida. Tal como são as outras "unidades". Aparentemente, tudo muito "bonito", com um pequeno grande "senão" (a juntar a muitos outros no verdadeiro "Bonito"): alguém se esqueceu de colocar pontos de água! Bem procurei por um...

Depois de inquirir a duas ou três pessoas, uma senhora informou-me de que a Câmara já tinha "reparado esse lapso" e estava colocado um bebedouro na zona do campo de futebol.

Tinha "apenas" de entrar, porque o dito-cujo estava protegido por um quadrado perfeito de grades e portas (fechadas apenas no trinco? Nem quis experimentar!)

 

Voltei para casa em marcha rápida, intercalando com umas dezenas de metros em passo lento de corrida.

Esta semana, e até à Escalada do Mendro, não vou poder treinar mais. Se o calor se mantiver, a prova vai ser ainda mais dura!

(Mas como diz o meu filho "Isto é para duros!")

 

Uma das belíssimas interpretações do Grupo Coral de Tancos

Fernando Lopes Graça : Acordai

http://grupocoraldetancos.wordpress.com/2009/06/21/videos-de-temas-corais-do-grupo-coral-de-tancos/

Música: Fernando Lopes Graça
Letra: José Gomes Ferreira


Acordai
acordai
homens que dormis
a embalar a dor
dos silêncios vis
vinde no clamor
das almas viris
arrancar a flor
que dorme na raíz

Acordai
acordai
raios e tufões
que dormis no ar
e nas multidões
vinde incendiar
de astros e canções
as pedras do mar
o mundo e os corações

Acordai
acendei
de almas e de sóis
este mar sem cais
nem luz de faróis
e acordai depois
das lutas finais
os nossos heróis
que dormem nos covais
Acordai!

 


Melhor que os cantos gregorianos que deleitam o nosso sentido da audição, são os teus escritos, que deleitam os nossos olhos tão sedentos já de escorregarem por entre as letras de quem tão bem sabe exprimir os que lhe vai na alma.
Um beijo especial.
CC
Carlos Coelho a 31 de Maio de 2010 às 23:07

Olá, uma despedida de Maio em grande, com este excelente texto, sobre Tomar, que me enche de nostalgias. Também os relatos sobre o Complexo Desportivo do Parque do Bonito e o alerta apresentado, são importantes, pois nunca é demais fazer ver o que está mal (ou em falta) a quem tem responsabilidades sobre essa matéria. A terminar com um poema (canção) que já ouvi várias vezes e continuo a gostar. Um bom Junho e desejos de óptimas prestações nos novos desafios.
João Melo a 3 de Junho de 2010 às 17:42

mais sobre mim
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
20
22

23
25
26
27
28
29

30


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO