existe sempre alguém ...passo e fico como o universo...
24
Jul 10
publicado por alemvirtual, às 21:10link do post | comentar

Se em cada dia nos interrogarmos sobre os motivos que nos levam a isto ou aquilo;

Se em cada dia nos interrogarmos sobre os motivos que nos afastam disto ou daquilo;

Se em cada dia apenas perguntarmos "porquê"...

Talvez encontremos respostas;

Talvez encontremos motivos;

Talvez reste apenas "porquê".

 

Interrogo-me. Tu interrogaste-te e interrogaste-me. Não soube dar-te respostas. Tu não exigiste respostas.

 

Restam os motivos. O que nos conduz por este ou aquele caminho. Uns conhecidos, outros nem tanto; Uns que se traçam, outros traçados desde sempre. Percorremo-los. Ainda que não se conheçam os motivos.

 

Eu corro. Nem sempre. Como todos. Como todas as pessoas fazem algo na vida. Umas vezes fazemos, outras nem por isso. Já fiz outras coisas. Ainda faço outras coisas. Os motivos, esses nem os conheço. Entrego-me apenas. Outras vezes, fico quieta a olhar para o tecto. Ou para a copa de uma árvore. Ou para o céu. Ou para além do horizonte.

Continuo a interrogar-me.

 

Em breve se completarão 3 anos sobre a data que partiste. Até que tiveste voz para falar e força para sonhar, sonhaste e falaste. Preparaste uma Festa, como dizias "A 4 em 1". Festejaríamos o teu casamento, o teu aniversário, a tua alta hospitalar e a entrada numa outra Faculdade e num curso diferente. Não sei se acreditavas que era possível...(hoje, penso que não, mas quiseste que acredtássemos até ao fim). No dia 2 de Setembro festejaríamos "4 em 1".  Um Domingo...um início de semana. Início de um ciclo de vida. Afinal, um ciclo encerrado apenas...

Pregaste-nos uma partida e partiste mesmo!

 

Continuo a assinalar o dia do teu aniversário. Agora, no dia seguinte assinalo também o dia do teu falecimento. Não é mórbido. Apenas quero que continues a existir para os outros, já que para mim sempre existirás. Que o teu testemunho de coragem nao seja esquecido. Que motives outros a seguir e a percorrer caminhos...

Uns correm. Outros....outros....

 

Por isso, há motivos que motivam...

Encontro de amigos em Constância, onde agora repousas, estrelinha azul.

 

Dia 30 de Agosto, dia do aniversário do teu nascimento, pelas 18 horas, na Casa Memória de Camões em Constância será apresentada uma parte da tua história de vida: Margot, Estrelinha Azul.

 

Dia 31 de Agosto, dia em que partiste, será celebrada missa em tua memória na Igreja Matriz de Constância (Igreja de Nª Srª dos Mártires), pelas 19 horas.

 

Continuo a interrogar-me sobre os motivos da Vida e da Morte. Continuo. Eu optei por correr. E corro porque não quero parar. Ainda que páre, por momentos, como todos...


Boa noite Paula
Permita-me que lhe diga que acabei de ver a cor da emoção, dou-lhe os parabéns pelo seu testemunho de amor, pois só com muita inspiração é possivel dizer coisas tão lindas.
È este o motivo que motiva a amizade dos amigos.
Desejo-lhe um bom domingo e a todos aqueles que lhe são queridos.
Um beijinho.
João Lopes
Lopes - Fafe a 24 de Julho de 2010 às 23:53

Olá Ana Paula,

Por momentos fiquei sem palavras, parado e a reflectir. Conseguiu transmitir neste texto o verdadeiro amor filial e uma dor imensa além de um indisfarçável inconformismo...compreensível.

Um grande beijinho e uma excelente semana!
Fábio Dias a 25 de Julho de 2010 às 10:15

Os motivos do amor não têm motivo .

http://arrozcomtodos.blogspot.com

Abraço.
Anónimo a 25 de Julho de 2010 às 18:25

mais sobre mim
Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
21
23

25
26
27
28
29
30
31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO