existe sempre alguém ...passo e fico como o universo...
24
Out 10
publicado por alemvirtual, às 16:43link do post | comentar

Há alguns anos atrás, escrevi algo sobre uma "corrida que não fiz" (http://alemvirtual.blogs.sapo.pt/2007/02/). De vez em quando, acontece. Mais vezes que as desejadas, se desejar algo e não o concretizar pode caber em "mais vezes que"...Penso, que nunca deveria não acontecer o que fosse desejado, ou que, por obrigação do destino, estivéssemos condenados a ser felizes. Sim. Gostava deste determinismo: Ser feliz! Um feliz e sedutora imposição.

 

Continuo sem poder correr, ou andar normalmente. Porém, a minha lesão tem melhorado tanto que pedi para ser inscrita na Corrida da Cruz de Pau. Será no próximo fim-de-semana e, que não seja apenas mais um sonho, dos muitos que tenho adiado...

Adiada fica a Maratona do Porto (um sonho alimentado em segredo, ou quase, incentivado pelo carinho da "minha sombra" e de algumas "sapatilhas confidentes"...

Adiados ficam os treinos regulares que mantinha.

Adiada fica a leveza no alcance de subidas conquistadas.

Adiada fica a descida agreste aos dias que passam e aos passos que ficam por dar. Adiada, porque me recuso a ceder ao desânimo e à desistência.

 

Um dia, a propósito da Prova do Fim da Europa, lembro-me de ter dito que se "dura era a prova que se impunha, mais dura a minha razão por vencer". Assim continuo.

 

Com outros passos se fez Almeirim, na rota da Sopa da Pedra, no rumo da descoberta, no sabor da amizade e no calor de uma noite ventosa e fria.

 

Houve estrelas que sorriram, olhares que brilharam e folhas secas que o vento soprou para longe. Como dores que se afastam e sonhos que se desenham. Numa noite sem o azul e branco do meu clube, outra leveza com muitos quilómetros me fez sorrir. Olhando o negrume da noite, num abraço de um rio, deixa de haver horizonte, porque outros passos me levam além de mim.

 

Assim permaneço.

 

(Parabéns aos elementos do meu Clube por mais uma prestação! Não existe nada de mais valioso que o carinho entre os Atletas do CSA)


Boa noite Ana
Li agora seu desabafo e apenas lhe quero dizer que os nossos passos reais ou imaginários levam-nos sempre onde queremos e às vezes infelizmente ONDE NÃO QUEREMOS!
Força para a Cruz de Pau, o pé já estará bom ou não brilhassem as estrelas no céu, principalmente a sua.
Ana
lutandoconsegui a 24 de Outubro de 2010 às 20:53

Ana,

Nada de especial o seu comentário. Deseja-me as melhoras. Obrigada. Mas...

Será Ana?

Claro que li o seu blog. Fácil. Três ou quatro artigos. Diferentes entre si. Muita coisa diferente, porém muita coisa conhecida.

Por tudo isso e por nada disso, apenas uma pergunta:
Chama-se Ana?

(não precisa responder.)



Sim, há algum tempo atrás


Boa noite Ana
Não entendi muito bem a sua resposta, pareceu-me duvidar da minha identidade, notei um tom sarcástico nas sua palavras , sobretudo ao dizer que no meu blog só tenho artiguitos simples com muitas coisas conhecidas ... É evidente que não sou irreal e Itália muitas pessoas conhecem e terão vivido momentos como eu ....são simples reflexões sem nenhuma pretensão, por isso não compreendo o seu comentário e muito menos o final ...mas é óbvio que quem se expõe nestas páginas se sujeita a tudo.
Rápidas melhoras.

...."Agora somos só nós dois, sem ninguém a intrometer-se como até há 1 ano atrás, viste que o cancelar do telemovel resolveu nossas questões. Era óbvio que tua ex jamais te deixaria em paz, desculpando-se com a memória de vossa filha,que infelizmente partiu.....mas permanece connosco no silêncio!! Em paz ,entre os anjos tal qual ela nos abençoou, jamais esquecerei o dia em que ela me disse: Agora posso estar em paz ,meu pai está feliz!!! Foi a última vez que a vimos a andar pelo seu pé,apesar de amparada pela bengala......depois só deitada no hospital...... sofreu, nós dois sofremos ...mas Deus assim quiz o seu lugar não era entre nós... ela era um ser SUPERIOR e como tal está entre os SERES SUPERIORES... velando por nós, como ela sempre disse. É este saber que nos conduz desde esse mês quente em que de repente a noite gelou, foi o fim do sofrer o ínicio de nossa Paz. Paz essa que mantemos até hoje com a sua benção, sei que partiu feliz pelo pai, talvez por isso tenha aguentado tanto esperando o momento certo!

Descansa em Paz !!!"

Não lhe disse que eram artiguitos simples.
Porém, o que me levou a duvidar e digo, honestamente, me magoou e perturbou profundamente foi a parte de um texto no seu blog que transcrevi.
Juntando isso (mera coincidência?) a outros comentários e agressões de que tenho sido alvo (parecendo a mesma pessoa, eu perguntei: Chama-se Ana?)

Aqui, nem tudo se explica, mas...que aquele texto foi o que de mais profundo poderia ter dito para me atingir (sendo de uma pessoa) lá isso foi...

Preferia explicar-lhe pessoalmente (ou por telemóvel , dê-me endereço de email para eu enviar) as coincidências que tanto me perturbaram.

Obrigada pelas melhoras

Continuo a achar que, deliberadamente, NINGUÉM poderia magoar tanto com intenção. Desejo que tenha sido mera coincidência (infeliz por acaso. Desculpe Ana, se foi algo que, por impulso num momento de dor lhe escrevi injustamente)
Obviamente há muitas coisas que não são do domínio
Ana Paula Pinto



Paula

Tive curiosidade em ver se me respondia, de facto Não sei do que fala,a parte do texto de meu blog,refere-se a uma situação vivida em França,onde vivia e de onde regressei á cerca de 1ano, se tem alguma coincidência consigo não sei, mas certamente não faria sentido.Ainda mais nunca escrevi nada no seu blog que a pudesse magoar de maneira alguma, deve haver alguma confusão.dou por encerrada nossa conversa
boa noite
aaninha@sapo.pt

Também eu desejei que respondesse e que tudo não passasse de coincidências (vistas de planos diferentes). Ainda bem! Claro que, para chegar a este ponto de lhe responder e duvidar, tenho razões (como disse, serão, então, meras coincidências)
Acredite que me sinto bem mais "aliviada" com a sua resposta.

Agora sim, agradeço, sinceramente os votos de melhoras.

Ana Paula Pinto
alemvirtual a 25 de Outubro de 2010 às 20:40

Olá Ana,
Dar tempo ao tempo melhores dias viram.
Bem a compreendo, quando estive lesionado só queria correr.
Ontem ainda perguntei ao António Pereira por si, disse-me que ainda não estava recuperada da lesão.
Força Ana.
Gostei particularmente desta sua frase; "Adiada, porque me recuso a ceder ao desânimo e à desistência."
As melhoras, que regresse bem.
Bjs
Vítor e Meninas

Vitor Veloso a 24 de Outubro de 2010 às 21:45

Ai Vítor,

parece uma coisita tão simples, não é?

Sei que entende. Quem corre, entende. Que se recusa a desistir, entende.

E todos os outros que não entendem, sei que compreendem que esta "ninharia" de não correr nada é se comparar aos grandes males da nossa vida. Nem um átomo quanto mais uma gota de água no mar desta ilusão...

Beijinhos aos três
alemvirtual a 24 de Outubro de 2010 às 23:32

olá! Com algum descanso, a parte lesionada vai ao sítio e as corridas recomeçam novamente. O importante é que isso fique bom. força e uma boa semana de trabalho! beijos e as melhoras
nuno a 25 de Outubro de 2010 às 15:39

mais sobre mim
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

12
13
14
15

17
18
21
22
23

25
27
29
30

31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO