existe sempre alguém ...passo e fico como o universo...
10
Abr 11
publicado por alemvirtual, às 17:30link do post | comentar

Este será o terceiro ano em que participarei no Grande Prémio de Constância, após o falecimento da minha filha.

Constância sempre foi a minha terra adoptiva, afectivamente, falando. Terra de afectos e terra de encantos. Vila-Poema e poema feito vila em branco casario encosta acima. Poema que nasce das águas entrelaçadas dos rios, como dedos entrelaçados de afectos. Terra de poesia; terra de poetas; terra com história e terra de histórias que vamos desfiando em palavras escritas, em desabafos amigos, em pensamentos solitários.

Nunca pensei que Constância se ligasse à minha história de vida por marcas amargas e tristes. Constância estará sempre e para sempre ligada em laços de ternura, em amarras de carinho e recordações de sorrisos já um pouco tristes, às memórias que me acompanham. A Constância confiei o corpo da minha filha, já que a grandeza da sua alma só era comparável à beleza incomparável da poesia nascida das almas grandes. 

 

Ela partiu e o seu espírito deve esvoaçar sobre as águas na confluência dos rios. Aqui, nos sentávamos e olhávamos o encontro de um e de outro rio. Aqui deixámos pensamentos e silêncios, porque as palavras já não faziam sentido. Aqui, neste pedaço de encanto, ela deixou o seu rosto nas últimas fotos tiradas. Era o Dia da Mãe, do ano de 2007.

E aqui tenho voltado desde a primeira Páscoa que ela não celebrou. Todos os anos, visto com orgulho uma t-shirt com o seu rosto e corro com ela no pensamento. Uma iniciativa particular a que muitos amigos e pessoas desconhecidas se têm associado. Sinto-me bem quando vejo as ruas cheias da mensagem "Margaret, hojo corro por ti".

Recordamos a sua luta e a luta de muitos meninos, jovens, adultos e idosos que lutam contra o cancro. É um gesto que em nada altera o destino cruel que, por vezes, se traz traçado. Inexorável e implacável a doença avança. Até que, nada mais resta, além da esperança que se insiste em manter. E quando a vida se despede, a esperança permanece. Numa "Páscoa" prometida; num abraço adiado.

 

Na corrida encontrei muitos amigos. No meu Clube encontrei uma família. Nos passos de corrida encontrei corações que bateram ao mesmo ritmo; pensamentos que se ligaram aos meus; mensagens que reconfortaram momentos. 

No eco dos passos na estrada ouço a voz da Margaret...

 

De novo irei correr junto ao Zêzere em homenagem a uma menina-mulher que partiu cedo demais.

 

Haverá mais alguém?

 

 

 


Eu! Presente!

Um grande beijinho Paula
Ana Pereira a 10 de Abril de 2011 às 20:18

Olá Ana. Também estarei em Constâcia eu na corrida e a minha mãe na caminhada. Também gostariamos de te acompanhar e vestir as
t-shirts com a foto da Margaret na prova . Como faço para ter as 2 t-shirts ? Bjo
Zé Magro
José Magro a 10 de Abril de 2011 às 20:36

Olá Zé

é uma honra quereres vestir a t-shirt. Não tenho mais. Pus as fotos para que se possa mandar imprimir para quem quiser.

beijinhos (também à mãe)
Até Constância

Olá Ana.
Irei mandar imprimir para mim e para a minha mãe, as t-shirts.
Beijinhos meus e da minha mãe.

Até Constancia

Zé Magro
José Magro a 10 de Abril de 2011 às 22:05

Rios onde brinquei
amei
cresci...
Dois rios distantes
armoniosos.
Tejo
sublime
nobre
grandioso.
Zêzere
límpido
cristalino
majestoso.
Águas que me refrescaram.
Lavei a minha alma
salgueiros verdejantes
onde descansei,
exaltei meus pecados
desfrutando a vida com calma...
Recordações singelas
viagens envolventes
em barcos que navegam
na força das vossas correntes.
Eternizar momentos
brilhantes
entre mil peripécias
hei-de sempre recordar
estes rios deslumbrantes.
Tejo segue o teu leito
ronda castelos
inunda Lezírias
corre
serpenteia
vai...
vai para o mar com toda a tua ânsia
Zêzere que abortas aqui
nunca te arrependas de ficar
nesta linda vila de Constância.

Abraço.

Sucesso .
manuel marques a 10 de Abril de 2011 às 20:39

Obrigada Manuel por te teres manifestado.

Ana, já sabes...correremos sempre as duas!

bj
alemvirtual a 10 de Abril de 2011 às 21:30

Amiga
será com muito orgulho que vestirei de novo a t-shirt da Margaret e correrei por ela.
Abraço da família Almeida
António a 10 de Abril de 2011 às 23:15

Amiga Paula, é claro que terei muito prazer em participar em mais uma homenagem à Margarete.
Não posso correr mas vou integrar-me na Caminhada, ainda que talvez não a consiga realizar na sua totalidade, mas quero estar lá junto de si e de tantos amigos.
Um beijinho do Pára.
Joaquim Adelino a 11 de Abril de 2011 às 20:47

António e Adelino

Muito obrigada. Sabem que não há mais palavras para além de "obrigada"

abraço a todos
alemvirtual a 11 de Abril de 2011 às 21:02

Já sabe que pode contar comigo, Paula. Será um prazer diferente correr em honra da Margaret.
Grande beijinho.
Fernando Andrade a 12 de Abril de 2011 às 22:33

E uma honra para mim, Fernando, correr ao seu lado:-)

beijinhos

(obrigada)
alemvirtual a 13 de Abril de 2011 às 17:48

Olá Ana,

Lá estaremos, eu e a minha mulher, para correr e caminhar pela Margaret!

Beijos e Abraços!

Leonor e Orlando Duarte
Orlando Duarte a 13 de Abril de 2011 às 23:38

queridos amigos Orlando e Leonor

quero muito dar-vos um abraço.

beijinhos
alemvirtual a 14 de Abril de 2011 às 20:58

Amiga Ana,

adorava mas,a distancia e enorme.Num curto futuro pode contar comigo.

Abraco e muintas felicidades,

luis
algueirao a 14 de Abril de 2011 às 14:01

Luís,

obrigada pelas palavras.

Um abraço
alemvirtual a 14 de Abril de 2011 às 20:57

Estarei torcendo para que vc faça uma excelente prova no dia 23 abril e com certeza vc estará fazendo uma linda homenagem a sua filha que se foi, meus sentimentos, mas por mais que seja dificil de aceitar a perda dela, ela se encontra nos braços do pai celestial e lá de cima ela está muito orgulhosa da mãe dela.

Boa preparação para este grande prêmio, pisa fundo que vc já é uma campeã.

Um abraço,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.com
Jorge Ultramaratonista a 14 de Abril de 2011 às 23:20

Jorge,

Meus amigos Xavier,

Obrigada pelas vossas palavras amigas.

Alertar para esta doença (prevenção e sensibilização) nunca é demais. O cancro está a ser um flagelo enorme e com tendência a aumentar. Lembrar a Margaret nesta prova é apenas uma homenagem singela. No entanto, lembrar a sua memória será sempre uma forma de recordar a luta de muitos contra uma doença implacável e a luta de quem tenta a todo o custo travá-la.

Um abraço
alemvirtual a 19 de Abril de 2011 às 13:39

Ola Ana;

Desejamos que mais este dia seja importante, para a homenagem à tua filha, mas também o manter a chama acesa do alerta para a doença.

Tudo o que seja feito neste sentido é importante, e também é muito confortante para quem contrbui para estas accões.

Muita força, e nós cá também apoiaremos a vossa acção.

Muito bonito.....

Um abraço amigo
dos Xavier's
Amélia e Xavier a 18 de Abril de 2011 às 22:09

Este ano toda a equipa dos Amigos do Parque da Paz correrá com uma foto da Maraget na camisola em homenagem à sua memória e prematura partida.
Esta iniciativa não é inédita no grupo.
António Nascimento
António Nascimento a 19 de Abril de 2011 às 21:53

Tanta vez por lá corri.
Quando ainda era viva, sentava-se na relva, até que as dores o permitissem e dizia: vá, mãe, corre mais"
Houve um dia, em que se sentou e foi o último. A partir daí passei a correr sozinha, mas olhava para o sítio onde costuma estar e era como se ouvisse as suas palavras.
O Parque da Paz tem significado especial para nós.

Obrigada
alemvirtual a 19 de Abril de 2011 às 23:39

mais sobre mim
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

17
18
19
21
22
23

25
27
28
29
30


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO