existe sempre alguém ...passo e fico como o universo...
05
Abr 07
publicado por alemvirtual, às 16:56link do post | comentar

 

 

(foto retirada de anoukmeimporta.blogia.com/upload/lagrimas.jpg)

 

 

Não passei do primeiro andamento. Não consegui mais que um fraco arranhar nas cordas do violino. Acordes arrancados ao acaso em desafinação constante que me expulsaram da orquestra. Pousei o violino e desisti.

Era clara a decepção nos olhos do maestro…batuta esquecida na mão, olhava-me incrédulo, num misto de mágoa e incompreensão. Sim, eu já conhecia aquela peça. Já a tinha interpretado, com sentimento…afinada…agora?

Bem, fui o instrumento dissonante, o que quebrou a harmonia gritando notas soltas, fora do compasso.

Frustrada, triste, curvada sob o peso do desânimo abandonei o palco.

 

O que deveria ter sido um treino de séries não passou de intenção.

Ainda lhe gritei que os objectivos deveriam ser exequíveis, para não rebentar de desgosto. Atirar as culpas para factores externos é uma vã tentativa de justificar o fracasso.

A realidade é que eu não consegui. Já obtive bons tempos nas séries de 400m, desta vez, arrastava-me a passo de caracol. À terceira volta, desisti. Logo eu que desfraldo sempre a bandeira da não desistência! Custou-me. Reconhecer e assumir a incapacidade foi pior que a dor instalada na coxa, logo ao início da primeira volta.

Disse ter vontade de arrumar as sapatilhas. Gritei com azedume de mim mesma que ando a viver uma ilusão. Senti-me amarga, derrotada.

Não existem causas externas para o meu fracasso. Os objectivos não eram exagerados, as expectativas é que eram elevadas, talvez demais e eu não estive à altura…

 

O distanciamento e o desabafo ajudam a ultrapassar desaires…afinal, não vou desistir. Foram palavras amargas, vazias de vontade…a motivação não sofreu nenhuma beliscadura, apenas o ego se feriu neste confronto.

Afinal, sou um sistema vivo. À luz da Teoria Sistémica qualquer variável, por mínima que seja, introduz alterações significativas ao sistema...e ao produto final… Analisei. Reformulei objectivos. E neste movimento de retroacção vou delinear as próximas etapas do projecto, do meu projecto…talvez mais modesto…mas muito pessoal. E assim, de sonhos e projectos vou construindo a minha vida… Se um de desvanece, urge colocar outro em seu lugar para não haver vazio de sonhos. Talvez eu mesma, seja o arquétipo do sonho. Gosto de pensar assim. Se deixar de sonhar, deixarei de viver. Em mim, vive um sonho chamado corrida.

 

Sábado correrei em Constância. Mas, já acrescentei uns minutinhos ao tempo que pretendia fazer. 

 

 

(Foto retirada de: www.teatromicaelense.pt/images/agenda/ag_conc...)

 

 


Paula... cada indivíduo é único! Único!

Não desanimes (sei que aquilo foi no momento, a Vontade e o gosto de correr é igual ou maior, não é?)

E o maestro, por muito bem que te queira, não pode viver em ti o sonho que ele um dia teve... por muito que te apoie, oriente, ajude, incentive, ensine, etc. Ele fará isso de forma insconsciente, a intenção é ajudar-te, mas o resultado pode não ser o desejado.

Dizes e muito bem a certa altura do texto "... a minha corrida" ou "...o meu sonho, o meu projecto".

E gostei de ler isso. Gostei mesmo muito. Porque por mais gente que te rodeie, e amigos tenhas, essa Corrida (como todas as outras na vida) são tuas, só tuas. Os teus sonhos, os teus objectivos, a tua vontade, o teu método, o teu corpo ... Só tu poderás tocar essa melodia... mais ninguém Paula.

E não deixes que terceiros te matem essa vontade, esse prazer que descobriste, essa companheira para a vida, que é a Corrida, e o prazer que ela te dá!

Encontrar-nos-emos em Constância

Um beijinho
Ana
http://www.mariasemfrionemcasa.blogspot.com/
http://ascronicasdaana.blogspot.com/


Ana Pereira a 5 de Abril de 2007 às 17:29

gostei imenso de ler mas teve sorte em ter tocado numa orquestra mesmo que tenha corrido mal tentou e fez o seu melhor...o meu sonho é tocar numa mas só agora tou aprender...já sei muita coisa mas gostaria de aprender mais,...mas a única coisa que me falta agora é o instrumento....nuca deixes de sonhar, e mais deverias tornar a pegar no teu violino para nunca eskeceres o que aprendeste e de certeza que vais conseguir....

BjuzZ mts*
Ahh e já agora podes também visitar o meu blog...e deixar resposta... http://lespoupes04.skyblog.com....
Laeticia a 15 de Novembro de 2007 às 16:15

Paula, desculpa, esqueci-me de mencionar no comentário anterior:

Dá uma espreitadela às

http://ascronicasdaana.blogspot.com/

Talvez percebas melhor o meu comentário anterior (ou talvez não...)

Ana Pereira a 5 de Abril de 2007 às 17:37

Ola

Tocaste numa orquestra? Não sabia... surpreendes-me sempre...
Bom não interessa
Tambem não tenho jeito para bordar, por muito que eu goste de bordados.
Tambem desisti de tocar, porque so fazia asneira, mesmo gostando muito de musica... alias desisti porque gostava de musica e eu so fazia ruido...
Não mistures alhos com bugalhos
Se gostas de correr, corre. Ninguem te pede para seres uma fundista de topo. Afinal so tens que provar a ti propria. Um conselho... não ponhas a fasquia alta de mais. Sobe-a devagar. Como diz o ditado devagar se vai ao longe

Beijinho
Mikerinos
Pedro de Sousa a 5 de Abril de 2007 às 17:58

Contigo, quase sempre me rio a bom rir. Só mesmo quem conhece pode imaginar o ar gaiato das tuas graçolas!

Já devias saber que sou de extremos. Ou tudo ou nada. Se quero correr, tenho que correr bem e ponto final. Claro que tenho consciência das limitações, mas dentro da "brigada do reumático" tenho que ser "supimpa"

Beijinho

Paula
alemvirtual a 5 de Abril de 2007 às 18:51

Oi amiga!
Passei por aqui para lhe desejar um ótima Pascoa!

bjs
Jackelyne a 6 de Abril de 2007 às 01:23

Olá Amiga!
Quero desejar-te uma feliz Páscoa, cheia de amor e paz.
¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•
::: (\_(\ ...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*
*: (=' :') ......:::::: Feliz Páscoa ::::::......
•..(,('')('')¤...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*
¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•

Beijinhos cintilantes

cintia
cintia a 6 de Abril de 2007 às 13:29

Sábado é hoje... não, já foi ontem! O tempo tanbém corre e, por vezes, corre depressa demais. Se calhar a tua corrida de hoje já terá tido outro êxito, mas mesmo que não tenha acontecido, levanta a cabeça. Vêm aí mais sábados, mais domingos, mais "do's maiores" e mais êxitos. Nenhuma corrida rende 100%. A corrida da tua vida será o somatório de todas as outras corridas que faças sob a alçada do meu amigo Apolo. Só no fim ouvirás os acordes de todos os teus compassos e só aí poderás saber se estás satisfeita com todas as músicas que tocaste durante essa corrida, durante a tua grande caminhada. Um dia olharás para trás e saberás como valeu a pena! Vale sempre a pena levantar a cabeça e olhar em frente! Por vezes é necessário tirar as sapatilhas, repousar, refrescar os pés, a cabeça, curar as mazelas e olhar as flores que nos observam nos recantos dos nossos trilhos. Elas também têm as suas corridas. Algumas delas correrão a teu lado, mas tu olharás e verás que elas vão ficando para trás. Quando correres, olha só o asfalto, as flores devem ficar para os momentos de decepção. Aí sim, deves perder tempo a observá-las! Continua a correr enquanto possas. Corre, corre, corre .... eu andarei por aqui e acredito que assitirei a muitos dos teus êxitos.
deixo-te muitos bjs. e votos de uma Santa Páscoa cheia de felicidades. Bjs Paula e boas corridas.
Ventor a 8 de Abril de 2007 às 00:39

vais romper os teus sapatos,
mas vais crescer no caminho.

pablo neruda


se me é permitida a apropriação: "vais romper os teus sapatos, a tua pele, reavivar feridas, sentir as chamas nas lágrimas do fracasso, maldizer os objectivos, a corrida, vergar perante a desilusão. mas o teu caminho é inalterável, já o descobriste e ele aguarda-te. parabéns pelo blogue e pela força nas corridas que corre dentro de si.
ab
http://afebredotartaruga.blogspot.com
António Bento a 8 de Abril de 2007 às 08:09

mais sobre mim
Abril 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

17
20
21

23
24
26
27

29


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO