existe sempre alguém ...passo e fico como o universo...
19
Abr 07
publicado por alemvirtual, às 08:26link do post | comentar

(foto retirada de: pwp.netcabo.pt/johny/gintonico/cravos.jpg)

 

Por vezes, quando se gosta de algo há a tendência para estabelecer comparações ou analogias entre conceitos, ideais ou valores.

Apercebi-me que, ultimamente, comparo muitas vezes a corrida e tudo o que a envolve a situações da vida quotidiana, do real e da sociedade.

Foi o que me aconteceu, hoje, ao reflectir um pouco sobre o significado que a Revolução de Abril teve ontem e aquele que assume hoje, sobretudo para as gerações pós-fascismo.

 

Há 33 anos atrás, alguém organizou uma corrida diferente. Chamaram-lhe "Corrida pela Liberdade".

O povo acorreu em massa, ao chamamento. Concentrou-se. Sentiu a adrenalina invadir-lhe o sangue...inundar-lhe as veias...o coração acelerado, batia ao compasso da expectativa do momento...

Soou o tiro de partida aos acordes melodiosos de palavras cantadas, versos em bocas de poetas e sonhadores...

O pelotão avançava enérgico, compacto, imenso...

Muitos se foram juntando, aplaudindo e incentivando. Chorava-se de emoção, de alegria mal contida, refreada por anos de espera, chorava-se de esforço...

Sonhava-se o caminho, projectava-se um percurso fecundo de paz e de pão...

 

Mas alguns deturparam o caminho. Pouco a pouco tomaram atalhos...surgiram atropelos...agudizaram os trilhos. Já não corriam connosco. Corriam por outros caminhos e outras estradas confusas conduziram-nos à libertinagem, à tirania do mais forte, à subjugação do mais fraco, à violência gratuita, ao vandalismo e a outros contra-valores.

 

E o pelotão, outrora compacto, foi-se dispersando e muitos ficaram pelo caminho...

 

A prova continua em aberto e renova-se em cada ano, em cada dia e em cada momento...

Aceitam-se participantes de todos os escalões sem inscrição prévia. Basta querer.

O prémio é alicitante e chama-se "Liberdade".

 

(Nota da Organização:

- É uma corrida contínua

- Os atletas mais experientes devem ensinar os principantes a dosear o esforço para não haver desistências nem acidentes no percurso

- Não precisam de atestado médico nem de robustez física

- Garante-se uma sólida formação moral e prémios para todos

- O prémio recebe-se à partida

- Deve-se conservar intacto o prémio, durante todo o percurso

- No final da prova deverão fazer entrega do seu testemunho ao atleta que lhe suceder)

 

 

Para reflectir: Como é que eu vivo os ideiais de Abril, na minha vida? Que valores persistem? Qual é o meu testemunho?

 

 

"Em toda a parte só se aprende com quem se gosta."

Johann Goethe

 

 


Bom dia Ana Paula
Cada vez mais, gosto das suas palavras. O 25 de Abril só conheço uma coisa “ Liberdade”. Não consigo definir nada que não seja liberdade.
Adorei o seu comentário, sobre a solidariedade e deixo aqui um convite. Estou a fazer um blog, onde posso falar sobre “ ser Humano”, ajudar, partilhar, dar a mão. O nome do blog é “ Saber Ajudar.
carlos lopes a 19 de Abril de 2007 às 13:06

Olá Carlos

Obrigada.

Liberdade, de facto, é difícil de exprimir. Mas é algo que se experimenta (não muitas vezes). Sabes, quando corro sinto-me livre (ou quase, não fossem as pés prenderem-me ao chão...se acompanhassem a emoção, no lugar de pés teria asas...)

Quando o blog estiver publicado, diz. Quero conhecê-lo.
Paula

Olá Paula
Ando a tratar disso. O blog ira falar de associações humanitárias, grupos de voluntariado, casos como o post do outro blog que tenho. Sempre fui uma pessoa de ajudar, vejo isso nas minhas corridas, tento sempre dar uma palavra de conforto, há pessoas que por alguma razão naquele momento perderam as forças. Já tive quebras em provas e foi graças a essas palavras que fui buscar forças. Mas gostava de ter a tua ajuda neste blog.
carlos lopes a 21 de Abril de 2007 às 13:33


Portugal sempre foi um pais onde a palavra liberdade nunca existiu...
Sempre existiu clientelismo, opressao, arrogancia vaidade, egoismo, loucura, mentira, estupidez...
já Ramalho Ortigão o dizia, nas Farpas

Sempre existiu um povo que gosta de se deixa enganar, que se deixa levar por politicos mentirosos... e quando se demonstra que esses politicos os enganaram, defendem-nos com unhas e dentes, atacando quem os desmacara...

Liberdade é utopica... ela esta dentro de nós... mas não existe fora de nós...

Beijinhos
Mikerinos
Pedro de Sousa a 19 de Abril de 2007 às 17:58

olá ana paula. excelente texto. a liberdade é de facto o fundamental. mas a partilha e o respeito também o são. e ainda não temos uma plena democracia porque este trio não está solidamente ligado. a corrida ajuda-nos nas 3 vertentes. devia haver mais gente a correr, para experimentar estes valores, verdade? quanto ao testemunho, apenas com o nosso comportamento o conseguimos passar. tento-o fazer todos os dias com os meus filhos. as palavras de pouco valem. obrigado pelos seus posts. bjinho
ab
António Bento a 20 de Abril de 2007 às 09:53

António

Tal como o António, também eu e milhares de outras pessoas gostam da sensação de liberdade ao correrem sozinhos...correm as pernas e o pensamento...corre o olhar...corre a vontade...rumo a quê? Esse horizonte e esse rumo varia. Não importa onde fica, se perto, se mais longe. É determinado apenas por quem corre e o importante é o percurso.

Muito obrigada pelas palavras que deixou no meu blog.
Não foi por acaso que citei Goethe.
Fossem todos os pais assim como o José, ensinando com o exemplo (prático, não apenas de palavras), envolvendo os filhos na vivência diária de alguns valores tão atropelados, hoje em dia, e, talvez o nosso mundo fosse um pouco mais livre.

Cordialmente
Ana Paula Pinto


alemvirtual a 20 de Abril de 2007 às 10:49

Interessante....
Paulo1911 a 21 de Abril de 2007 às 22:09

Olá Carlos

Será um prazer poder colaborar nesse teu blog.


Paulo, que bom que achou interessante. Para mim, considerar algo interessante significa que me captou a atenção, me fez pensar um pouco ou reflectir e, depois dessa primeira abordagem, se voltar a pensar, a procurar, a querer...seja lá o que for dependendo da situação, eu disser "interessante" é porque, para mim, é mesmo interessante. E nem sempre é fácil passar neste "exame" Sendo assim, vou considerar que "interessante" poderá significar outras visitas :)
(está a ver o meu espírito optimista e nada imodesto??!!)

Paula



alemvirtual a 22 de Abril de 2007 às 14:53

Visite nosso Blog://4corredores.zip.net e deixe sua impressão a respeito.
Adicione nosso Link se vc gostar.
Abraços
Marildo Nascimento
Santos - SP - Brasil

Marildo Nascimento a 3 de Agosto de 2007 às 20:06

Obrigado por vc ter nos visitado. Voce sera sempre bem vinda em nosso Blog para comentar ou mesmo contar alguma experiência ou corrida de rua. Caso vc queira mandar algum texto com fotos para publicarmos na página principal vc poderá fazê-lo por meio de meu e-mail que vc encontrará em nosso Blog.
Fique a vontade para participar.
Um grande abraço de seu novo amigo brasileiro
Marildo
Marildo Nascimento a 6 de Agosto de 2007 às 14:14

Ana me desculpe voltar a te escrever mas é que eu gostaria que vc colocasse em seu link ao invés de meu nome o nome de nosso Blog "4corredores - Brasil". Isso facilita para o pessoal que já conhece o Blog OK?
Espero que vc não fique magoada com meu pedido.
Um grande abraço
Marildo Nascimento a 6 de Agosto de 2007 às 14:19

mais sobre mim
Abril 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

17
20
21

23
24
26
27

29


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO